Chamada Convergência Lusíada nº 45

2020-07-13

ESTRUTURAS FAMILIARES E SUBALTERNIDADES
Prazo para submissão dos artigos: até 30 de novembro de 2020
Previsão de publicação: junho 2021

Organizadoras:
Monica Simas (USP)
Elisabeth Martini (SME/RJ - FLUL)

Pensar acerca dos agregados domésticos e de outras subalternidades envolve um vasto campo interdisciplinar, conexões e situações diversas nas literaturas de língua portuguesa. Considerando que a experiência de homens e de mulheres, mais frequentemente ignorados, ocupa um lugar ambíguo ou residual nas relações de poder do espaço doméstico, é fundamental proceder à verificação de como a literatura trata desse tema. Sobre os "filhos de criação", as "amas de leite" e, eventualmente, membros da própria família, recaem práticas de doutrinas patriarcais que definem as fronteiras das suas existências. Convidamos todos a pensar sobre esses indivíduos e seus papéis sociais em uma dimensão ampla e profunda das linguagens e discursos que os representam, na Literatura Portuguesa ou nas demais literaturas em estudos comparados com a Literatura Portuguesa.